Peças para o próximo leilão

116 Itens encontrados

Página:

  • Karl Ernst Papf (Alemanha, 1833 - São Paulo/SP, 1910). PÃO DE AÇÚCAR. Sem data. Óleo sobre madeira. 40 x 28 cm. Moldura original do século XIX. Assinado E. Papf (cie). Moldura original.
  • Banska Stiavnica, Eslováquia. PALITEIRO DE PRATA NO FORMATO DE PEIXE. Segundo a Hallmark Encyclopedia, em http://hallmarkwiki.com/?ShowHallmark=6318, a marca remete à cidade de Banska Stiavnica, na atual Eslováquia, tradicional centro europeu de metalurgia desde a Idade Média. Contraste oval no qual estão inseridos dois martelos cruzados encimados pela letra S, conforme imagens em anexo. Em perfeito estado de conservação e funcionamento.
  • Sônia Ebling de Kermoal, dita Sonia Ebling (Taquara/RS, 1918 - Rio de Janeiro/RJ, 2006). CLARIDADE ou MULHER COM POMBA. Escultura em bronze cinzelado e patinado. Altura, sem a base = 61 cm; Largura = 11 cm; Prof. = 27 cm. Base de granito com 30 x 14 cm. Assinada na peça. Peso = 6 kg.
  • Getúlio Damado, dito Getúlio (Espera Feliz/MG, 1955 C.). MOÇA SENTADA. Sem data. Objeto em madeira, nylon e plástico aproveitado de produtos industriais. Altura = 50 cm.
  • Manoel Santiago (Manaus/AM, 1897 - Rio de Janeiro/RJ, 1987). VASO DE FLORES. Óleo sobre paleta. 23 x 33 cm. Assinada Manoel Santiago Rio - 1961 (centro, inferior). Pertenceu à Coleção Luiz Fernando da Costa e Silva. Acompanha declaração de autenticidade emitida pela Tableau Arte e Leilões. Exímio jardineiro das telas, Manoel Santiago emprega aqui três cores nem sempre muito fáceis de digerir - o vivo amarelo e o laranja combinados com um típico azul cerúleo cheio de saturação ao fundo. O resultado, surpreendente, é uma agradável e equilibrada composição de cores.
  • François-Auguste-René Rodin, dito Auguste Rodin ou simplesmente Rodin (1840-1917). L'ÉTERNELLE IDOLE. Escultura de influência simbolista, executada com a técnica da cera perdida, representando "O Ídolo Eterno", obra de 1893, cuja versão em mármore de carrara se encontra no Musée Rodin, em Paris. Auguste Rodin é considerado o pai da escultura moderna. Nesta obra, o artista escolheu representar a dominação da mulher sobre o homem que, ajoelhado à sua frente em atitude de adoração, parece render uma homenagem quase religiosa a uma divindade que lhe é indiferente. Na época em que Rodin criou a obra, sua relação amorosa com Camille Claudel estava no auge. A influência dos dois artistas sobre a respectiva produção é significativa e L´Eternelle Idole parece fazer eco com um dos carros-chefe da obra de Claudel  Sakountala. Base em mármore espanhol Marron Emperador. Medidas (sem a base): Altura = 16 cm; Comprimento = 13 cm; Prof. = 6 cm; Altura (com a base): 23 cm. Peso (com a base) = 2,67 Kg. Assinada A. Rodin.
  • Edgar Henri Marie Aristide Maxence, dito Edgard Maxence (Nantes, França, 1871 - La Bernerie-en-Retz, França, 1954). L´HEURE PAISIBLE. Óleo sobre tela. 105 x 52 cm. Pequeno defeito na moldura, conforme ilustrado. Placa com a seguinte inscrição: E. MAXENCE / L´HEURE PAISIBLE / SALON DE 1922. (Refere-se à edição de 1922 do Salon Officiel des Artistes Français). Importante pintor simbolista francês, Maxence está representado em vários museus da França, incluindo cinco trabalhos no Musée d´Orsay. No verso, carimbo da Galeria Jorge, estabelecida a partir de 1908 no Rio de Janeiro e ativa nesta cidade até meados dos anos 1930. A obra participou, muito provavelmente, da grande exposição de artistas franceses promovida por esta casa e inaugurada no dia 3 de julho de 1930. Foi adquirida pelos atuais proprietários no leilão da Bolsa de Arte do Rio de Janeiro do dia 17 de novembro de 1981, sob o lote número 86 (reproduzida no catálogo).
  • Nicola Antonio Facchinetti (Italia, 1824 - Rio de Janeiro, 1900). PEDRA DE ICARAHY E ITAPUCA. 1889. Óleo sobre madeira. 20 x 35 cm. Assinado N Facchinetti 1889 (cid). Moldura sem contato com a obra. No verso: Pedra de Icarahy e Itapuca - Quadro pintado fielmente do natural em Maio de 1889, de encommenda do Ilmo. Capão Carlos Burgues! (effeito da tarde) Nota do autor - Nicolao Facchinetti / Etiqueta de AFFONSO NUNES LEILOEIRO PUBLICO N. 147 (?). Nota do organizador, 1: O Capitão Carlos Burgués, nascido Charles Gallopol Burguès no Rio de Janeiro em 1831, estabeleceu-se na região de Nova Friburgo como comerciante e cafeicultor; Nota do organizador, 2: Affonso Nunes foi um leiloeiro ativo no Rio de Janeiro em meados de século XX.
  • José Pancetti (Campinas/SP, 1902 - Rio de Janeiro/RJ, 1958). CRIANÇAS NA RUA. Sem data. Carvão e pastel sobre papel. 40 x 30 cm. Assinado J. Pancetti (cid). No verso: etiqueta do moldureiro Jaime Vilaseca + etiqueta com o nome Florinda. Trabalho rápido e espontâneo, que bem denuncia o traço inconfundível do artista.
  • Roberto Burle Marx (São Paulo/SP, 1909 - Rio de Janeiro/RJ, 1994). COMPOSIÇÃO. 1981. Panneau (tinta automotiva sobre tecido). 151 x 251 cm. Assinado R. Burle Marx 1981 (cid). Pertenceu à Coleção Jonas Prochovnic. Obs.: Esta obra se encontra em um apartamento no Flamengo, de onde deverá ser içada. A retirada deverá ser feita às expensas do comprador.
  • Mario Morel Agostinelli, dito Mario Agostinelli (Peru, 1915 - Rio de Janeiro/RJ, 2000). NU FEMININO. Sem data. Óleo sobre madeira. 45 x 53 cm. Assinado Agostinelli (cid). Provável obra dos anos 1950, quando o artista ainda não fizera sua opção maior pelo meio de expressão no qual se notabilizaria - a Escultura.
  • Angelo Cannone (Itália, 1899 - Rio de Janeiro/RJ, 1992). MARINHA. Sem data. Óleo sobre tela colada em madeira. 29 x 45 cm. Assinado cie. Cachet de exposição colado no verso.
  • Escola Napolitana do século XIX. PESCADORES. Sem assinatura. Óleo sobre madeira. 21 x 14 cm. Sem assinatura.
  • Raphael Tuck & Sons "Art" Postcard Series 885. 1910 C. Esferográfica sobre cartão postal. O postal retrata uma ninfa, de pé, tocando uma flauta. No canto inferior esquerdo o maestro brasileiro Henrique Oswald (1852-1931) escreveu um trecho de partitura, na qual se lê: allegretto / da ópera " Le Fate" / H. Oswald. 14 x 9 cm (30 x 26 cm, com a moldura). No cse: Raphael Tuck & Sons "Art" Postcard Series 885. Chromographed in Prussia. Assinado H. Oswald (cie). Pequeno defeito na moldura. Peça para colecionadores e admiradores do grande maestro.
  • Paulo Gagarin (Rússia, 1885 - Rio de Janeiro, 1980). RECANTO DO MEU JARDIM. Sem data. Óleo sobre tela. 40 x 50 cm. Assinado cie. Moldura original.
  • Joseph Carmine. A VIEW OF THE SOUTH EAST PROSPECT OF LONDON FROM THE TOWER TO LONDON BRIDGE. 1780 C. no topo, invertido, PROSPECT VON LONDON. 1780 C. Gravura em metal aquarelada a mão. 41 x 49 cm (mancha = 27 x 40 cm). Moldura com parte da borda esquerda lascada. Augsburg bey Ios. Carmine (centro, inferior). Muito popular na Europa até fins do século XIX, este tipo de gravura - também chamado de vista em perspectiva - se destinava à observação com um equipamento denominado zograscópio, que conferia uma ilusão de profundidade à imagem. Raridade.
  • Oscar Pereira da Silva (São Fidélis/RJ, 1867 - São Paulo, 1939). A LEITURA. Sem data. Óleo sobre tela. 50 x 55 cm. Assinado O. P. da Silva (cie).
  • Luiz Eugenio Teixeira Leite (Rio de Janeiro/RJ, 1961). ANTIGO CAFÉ JAVA. 18 de março de 2011. Fotografia. Processo Lambda em papel fosco Fujifilm Professional, 40 x 60 cm (71 x 91 cm, com moldura). Participou da exposição O RIO QUE O RIO NÃO VÊ, realizada de janeiro a março de 2014 no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro. Ampliação Fotosfera. Ricamente emoldurada pela Metara. Vidro anti-reflex. Primeiras ampliações oficiais do projeto. Assinada (cid).
  • Luiz Eugenio Teixeira Leite (Rio de Janeiro/RJ, 1961). CASAS FRANKLIN. 8 de março de 2012. Fotografia. Processo Lambda em papel fosco Fujifilm Professional, 60 x 40 cm (91 x 71 cm, com moldura). Participou da exposição O RIO QUE O RIO NÃO VÊ, realizada de janeiro a março de 2014 no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro. Ampliação Fotosfera. Ricamente emoldurada pela Metara. Vidro anti-reflex. Primeiras ampliações oficiais do projeto. Assinada (cid)."
  • Jean-Joseph Crotti (Suiça, 1878 - França, 1958). CASARIO À BEIRA-MAR. Sem data. Óleo sobre madeira. 30 x 50 cm. Assinado Crotti (cie). Rachadura, conforme ilustrado. Provavelmente datado da primeira década do século XX, este é um dos primeiros trabalhos deste artista franco-suíço que posteriormente enveredou pelo Cubismo, pelo Dadaísmo e por outras correntes artísticas de vanguarda do século XX. Casou-se com a irmã de Marcel Duchamp, Suzanne Duchamp.

116 Itens encontrados

Página: